Buscar
  • Pacify

A mediação condominial e a mudança do eixo de conflito

Atualizado: 6 de Jul de 2020



O condomínio multifamilar, onde reside cada vez um número maior de pessoas, e com complexas regras de uso do ambiente comum, é ambiente propício para o surgimento de conflitos. Por sua posição política dentro do Condomínio, a responsabilidade em lidar e, por que não, mediar tais conflitos recai sobre o síndico, seja ele eleito ou profissional, que deixa de exercer suas funções, para intermediar conflitos entre moradores, fornecedores e funcionários. Sem ser um especialista no assunto, esgota suas energias e seu tempo em algo que não seja propriamente sua atividade, que é administrar adequadamente o condomínio.


Não sendo tratados adequadamente os conflitos, pode gerar sua escalonada, não sendo surpresa em alguns casos, problemas assuntos de comportamento e vizinhança serem levados ao judiciário, transformando muitas vezes pequenos desentendimentos em verdadeiras batalhas judiciais.

Assim, terceirizar o serviço de curadoria de conflitos é importante tanto do ponto de vista financeiro, quanto social. Quando um mediador treinado e sem nenhum tipo de conhecimento direto dos envolvidos é chamado a resolver o conflito, a tendência é que haja maior disposição a uma conversa franca, pois o conflito é trazido para um ambiente neutro.


Alcysio Canette Neto

Mediador de Conflitos

Sócio da Pacify



https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/cidade">Cidade foto criado por freepik - br.freepik.com</a>


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo